Você já ouviu falar de envelhecimento e Sarcopenia?

June 24, 2019

 

 

Segundo a OMS (organização mundial da Saúde), estima-se que em 2050, teremos mais de 2 bilhões de idosos no mundo, e no Brasil, 33 milhões após 2025. Nas últimas décadas, houve grande aumento nos estudos relacionados ao envelhecimento, bem como as consequências fisiológicas no corpo com o passar dos anos. A Sarcopenia, bem como outras enfermidades, tem recebido atenção especial dos pesquisadores, pois além de acarretar outras comorbidades, é reversível com exercício físico, alimentação e reposição hormonal. A Sarcopenia é uma síndrome, caracterizada pela progressiva e generalizada perda de massa muscular e aumento do risco de adversidades, tais como: piora da qualidade de vida (dificuldade de locomoção), quedas (fraturas) e morte.  Para muitos estudiosos a Sarcopenia é uma Síndrome Geriátrica, de caráter reversível, e que se for detectada, o risco de deterioração homeostática, e suas consequências, diminuem drasticamente.Com o Avanço da idade, ocorre grande mudança na composição corporal (perda de massa magra e aumento da gordura corporal), bem como perda de função expresso em números nos testes de força e funcionalidade. Destaca-se também a diminuição da atividade sináptica, do transporte de proteínas e função mitocondrial, desta forma, o cérebro também se fragiliza em suas funções com o envelhecimento. É sabido, que por diferenças hormonais, o homem possui mais massa muscular que as mulheres, por isso, as mulheres são mais afetadas na terceira idade, apesar dos homens perderem mais massa magra em valores absolutos. Pesquisas demonstram que após os 80 anos de idade a perda de massa magra pode chegar a 31% entre as mulheres e 45% entre os homens. Sedentarismo, obesidade, e doenças associadas contribuem para o declínio físico na 3° idade. Má alimentação, também contribui para a perda muscular com o avanço da idade. É comum diminuir o gasto metabólico basal, que em muitos casos acarreta em importante diminuição na ingesta proteica, e consequentemente perda de células musculares ativas, ocasionando então entre outras patologias, a “anorexia do envelhecimento”. A Sarcopenia é uma patologia lenta, silenciosa progressiva e associada, em muitos casos, a outras morbidades. Várias medidas podem ser tomadas em relação a Sarcopenia. Reposição hormonal (GH e Testosterona), dieta proteica e exercícios físicos. Dentre as intervenções acima citadas o exercício físico que é de fácil acesso, baixo custo, e com múltiplos benefícios, promove efeitos fisiológicos no cérebro, sistemas endócrino e imunológico, e na musculatura esquelética. As pesquisas também demonstram ganho de mobilidade, funcionalidade e força. Um estudo realizado com mulheres sedentárias com idade média de 87 anos, que realizaram de forma conjunta suplementação nutricional, resultou em ganho de 125% de força de quadríceps em apenas 3 meses, bem como melhora da marcha. A atividade física é recomendada em qualquer idade, mas em idosos (entende-se idoso pessoas com mais de 65 anos em países desenvolvidos e 60 anos em países em desenvolvimento), é extremamente importante, não só para prevenir, mas para melhorar a qualidade de vida em indivíduos com Sarcopenia. Nós do relicário, realizamos trabalho especifico para prevenção e tratamento da Sarcopenia, para tal, o diagnóstico e fundamental, sendo realizado com testes de força, agilidade e quantidade de massa muscular corporal. A partir desta avaliação, é desenvolvido programa específico, que tem como um dos objetivos não só tratamento, mas também a prevenção da Sarcopenia.

Please reload

 Posts

Você já ouviu falar de envelhecimento e Sarcopenia?

June 24, 2019

1/7
Please reload

Recent Posts
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square